Por Luana Damasceno

Preocupações e incertezas sobre o futuro são constantes para quem está enfrentando o temido mundo dos concursos. Afinal, conquistar o tão sonhado cargo público requer preparação diária, determinação e compromisso.

Não é à toa que o fato de ser inteligente vai muito além do que é fundamental para ser uma pessoa bem-sucedida na vida. É preciso, antes de tudo, ter vontade de aprender e saber utilizar a sua inteligência emocional para concursos da forma adequada.

Ter a capacidade de entender a si próprio, respeitando os seus limites e cuidando não só do corpo, mas também da mente, são atitudes essenciais para que você possa estudar bem e com qualidade.

Pensando nisso, preparamos 4 dicas práticas que vão ajudar você a exercitar a sua inteligência emocional e melhorar o seu desempenho na hora da prova. Acompanhe!

O que é inteligência emocional?

Aprender a lidar com expectativas e frustrações é um desafio para quem não consegue gerir as suas emoções. Saber administrá-las diante das adversidades da vida e adaptá-las aos diversos tipos de situações é o que denominamos de inteligência emocional.

Por isso, é importante dominar essa competência não só para melhorar a sua preparação para o concurso público, mas também para o seu autodesenvolvimento.

Para compreender melhor como esse conceito se aplica no nosso cotidiano, precisamos levar em consideração os elementos que a estruturam. Segundo o escritor e psicólogo Daniel Goleman, os pilares da inteligência emocional são cinco. Confira!

Autoconhecimento

É a capacidade de reconhecer as próprias emoções e refletir sobre o impacto que elas podem causar em suas ações. É desenvolvendo o autoconhecimento que você conseguirá identificar as suas possibilidades e limitações e reagir melhor aos problemas do dia a dia.

Autocontrole

Ter equilíbrio emocional para saber administrar as suas ações e os seus relacionamentos é uma capacidade importante para que você consiga atingir todo o seu potencial. O domínio sobre as suas emoções faz com que você entenda os impactos das suas reações e compreenda os seus efeitos tanto no âmbito pessoal quanto social.

Motivação

Uma pessoa motivada consegue ser mais feliz e produtiva. É a motivação que dá ânimo para você nos momentos difíceis e que ajuda a não perder o foco. Cultive-a diariamente! E lembre-se sempre de todos os motivos que fazem com que você persista nos seus objetivos.

Autoconfiança

Acreditar em você e no seu potencial fará com que você afaste o medo ao tomar decisões. Faça o seu melhor e esteja convicto das suas ações, pois atitudes como essas também farão parte da construção do seu sucesso.

Empatia

Ser receptivo aos sentimentos e às emoções do outro é uma capacidade indispensável para quem quer manter um bom relacionamento interpessoal. A empatia envolve compreensão e altruísmo. São essas qualidades que auxiliarão você a agregar conhecimento para realização do seu sonho.

Qual é a importância da inteligência emocional?

Ter inteligência emocional é extremamente relevante para obter sucesso em qualquer área da nossa vida.

A capacidade mental de cada indivíduo será a sua base para contornar os percalços que vão surgir no caminho. Problemas familiares, questões financeiras e até mesmo os dilemas sociais são variáveis e podem tanto comprometer quanto influenciar negativamente o seu desempenho nos estudos.

Powered by Rock Convert

É restabelecendo a linha tênue do seu envolvimento psicológico com a capacidade de não se abalar a fatores externos que o candidato conseguirá ter controle emocional para se recuperar diante dessas adversidades.

Quando você consegue desenvolvê-la, as chances de ser aprovado são mais amplas, impactando positivamente o seu rendimento e a sua autoconfiança.

É preciso saber administrar as suas reações aos fatos imprevisíveis do cotidiano. Até porque quanto mais você aprende a lidar com esse tipo de situação, mais rápido será consolidada a sua tenacidade mental.

“Não desista! Sofra agora e viva o resto de sua vida como um campeão.” Muhammad Ali

Quais são as táticas para não perder o controle emocional em um concurso?

Manter a calma na hora da prova requer bem-estar físico e mental. Boas noites de sono, alimentação saudável, exercícios físicos frequentes e respeito aos limites do corpo e da mente são fatores essenciais para que o candidato atinja um bom desempenho quando no dia do certame.

Para ajudar a controlar a ansiedade, listamos 4 táticas para que você consiga ter autocontrole e saiba administrar as suas emoções ao prestar um concurso público. Para descobrir quais são essas dicas, siga a leitura!

1. Aprenda a fazer exercícios de respiração

Respire calma e tranquilamente. Os exercícios de respiração ajudam a diminuir a ansiedade, o que permite melhor desempenho e concentração na hora da prova.

2. Cuide do seu corpo e da sua mente

Boas noites de sono, alimentação saudável e exercícios físicos regulares são hábitos importantes para regular os níveis de estresse e ansiedade e aumentar o seu rendimento.

3. Mantenha os momentos de lazer

É indispensável que o candidato reserve um tempo para fazer algo que gosta. Além de reduzir o estresse do dia a dia, momentos de prazer ajudam você a eliminar as preocupações com a prova.

4. Faça simulações da prova

Simular o exame pretendido traz inúmeros benefícios ao candidato. A princípio, podem ser citados a simulação do tempo no exame e o desenvolvimento da capacidade de saber lidar com a pressão no dia do certame. Ao resolver diversos simulados, o concurseiro terá um maior entendimento de como a banca cobra determinados assuntos.

Além disso, é importante prestar provas de outros cargos, ainda que não seja o seu pretendido. Isso fará com que o candidato adquira familiaridade com o ambiente de realização das provas e tenha uma visão ampla de como as matérias são cobradas.

Por que é essencial desenvolver habilidades e competências?

Buscar o desenvolvimento de habilidades e competências faz com que você tenha forças para seguir adiante com as suas metas. Adote uma postura otimista e mantenha a sua autoavaliação diária para saber o que melhorar na sua rotina de estudos.

Habilidades como autodisciplina, concentração, proatividade, persistência e relacionamento interpessoal sadio e produtivo podem fazer a diferença na vida do profissional que objetiva alcançar novos patamares de vida. Isso significa ter inteligência emocional para concursos.

Uma pessoa que administra bem os percalços da vida e motiva as outras a darem o seu melhor recupera-se rapidamente das frustrações e consegue desenvolver a sua capacidade de comunicação com mais facilidade.

É buscando por vivências práticas que você conseguirá adquirir uma boa relação com as demais pessoas e exercitar com frequência as suas habilidades.

Curtiu as dicas de como desenvolver a sua inteligência emocional? Então deixe um comentário e compartilhe com a gente a sua opinião sobre o assunto!

Powered by Rock Convert