CURSO DIGITAL DE JURISPRUDÊNCIA DO STJ

Acordo de Leniência e Colaboração Premiada

MINISTRO

Joel Ilan Paciornik

com 40% OFF só R$ 359

*NO BOLETO. MAIS 10% DE DESCONTO PARA PAGAMENTO EM CARTÃO

Jurisprudência STJ

Nesta aula, o Ministro Joel Ilan Paciornik aborda os institutos do acordo de leniência e colaboração premiada, no âmbito das organizações criminosas e das infrações cometidas contra a ordem econômica, tecendo considerações acerca de suas características, diferenças, semelhanças, legislação aplicada, ressaltando as diferentes escalas de responsabilização a que as pessoas físicas e jurídicas estão sujeitas e, por fim, analisa um Acórdão do STJ relacionado ao acordo de leniência. Embora, já previstos desde a década de 90 na legislação pátria, estes instrumentos jurídicos ganharam notoriedade com a entrada em vigor da Lei nº 12.850/13, que define crimes de organizações criminosas, consistindo, em linhas gerais, em uma benesse legal que “premia” com a redução ou isenção da pena o acusado que colaborar com a investigação criminal, na recuperação de produtos e proveitos das infrações ou na localização de possível vítima. Certamente, diante dos últimos acontecimentos do cenário político-econômico brasileiro, o acordo de colaboração e a delação premiada tem se destacado e sido usados como uma das principais ferramentas nos processos de investigação criminal de corrupção, exigindo dos operadores do direito apurado conhecimento e uma visão crítica dos efeitos e aplicabilidade destes expedientes.

 

Sobre o ministro Joel Ilan Paciornik

Graduou-se pela Faculdade de Direito de Curitiba, em 1987. É mestre em direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Após atuar como advogado, juiz estadual e procurador do município, em Curitiba, em 1992 ingressou na magistratura federal. Atuou em Foz do Iguaçu e na capital do Paraná. Foi vice-diretor e diretor do foro da Seção Judiciária do Paraná em 1998 e 1999, respectivamente. Entre 2000 e 2002 foi juiz do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná e diretor da Escola da Magistratura do estado (Esmafe/PR). Em julho de 2005 passou a atuar como juiz convocado no tribunal. Em agosto de 2006 foi promovido por merecimento ao TRF4, assumindo vaga aberta com a aposentadoria do desembargador federal Wellington Mendes de Almeida.

EBRADI em Brasília

Análise exclusiva de jurisprudência avançada e atualidades em aulas digitais com Ministros do STJ.

Recomendado

Alunos EBRADI dos cursos de Pós-graduação em Advocacia Empresarial, Pós-graduação em Advocacia Cível, Pós-graduação em Advocacia Trabalhista, Pós-graduação em Advocacia Tributária e profissionais do Direito que buscam constante atualização em suas áreas de atuação.

Carga horária até 1h

Aulas em vídeo de 10 a 30 minutos que podem ser cursadas separadamente.

A EBRADI oferece ensino de altíssima qualidade a distância que engaja alunos com aulas voltadas à prática da advocacia, oferecendo base de conhecimento completa para atuação na área de especialização de preferência. Qualidade como resultado da chancela de grandes personalidades do Direito e da supervisão acadêmica por profissionais renomados e atuantes no mercado.