Ao analisarmos a prova da OAB, tentamos identificar qual é um dos principais motivos de reprovação dos estudantes, e sem dúvida nenhuma podemos afirmar que é o NERVOSISMO.

Contudo, passar em uma prova é uma junção de fatores, tanto quanto conhecimentos adquiridos com o decorrer dos estudos, como o estado mental na hora de responder a prova. Nesta toda, Nós da EBRADI separamos valiosas dicas para você conseguir administrar o seu nervosismo na realização do exame.

Não estude na véspera da prova

Véspera da prova não é hora para estudar! Isso acaba dando a impressão ao cérebro de que tudo o que você fez até agora não foi o suficiente (principalmente se você se deparar com uma matéria nova), o que acaba contribuindo ainda mais com o nervosismo.

Por isso, confie na sua capacidade e relaxe no dia anterior à prova. Passe um tempo com os amigos e com a família, assista a um filme, dê um passeio… Essa é a hora de esquecer da prova, mesmo que apenas por alguns momentos!

Se você estiver muito nervoso, o máximo que pode fazer é aproveitar o dia anterior para revisões rápidas de assuntos recorrentes. Mas nada de se afundar nos livros, ok? Isso só piora o sentimento de antecipação!

Comece com as questões mais fáceis

Muitas vezes, os vestibulandos começam a olhar as questões da prova na ordem em que elas aparecem. Contudo, essa estratégia pode ser uma furada: as questões mais difíceis podem estar no começo da prova e muita gente pode acabar se desesperando por antecedência, achando que as perguntas estão impossíveis. Esse sentimento de derrota por antecipação atrapalha (e muito!) o desempenho de qualquer pessoa.

Uma boa tática é começar a responder as questões das matérias que você tem mais facilidade. Esse método é super eficaz, até porque muita gente esquece que não é necessário acertar 100% das questões para ser aprovado, mas sim ter um bom número de acertos.

Começar respondendo questões que você considera fáceis faz com que você vá se sentindo mais confiante e tranquilo à medida em que avança na prova. É como se fosse um treino: as perguntas mais fáceis são como um “aquecimento” para o seu cérebro!

Administre bem o seu tempo

Um erro bastante comum na hora do vestibular é a má administração do tempo. Isso porque quando estamos muito concentrados, é normal perder a noção do tempo. Por isso, muitos alunos começam a fazer a prova sem nenhuma estratégia e acabam gastando muito tempo pensando em questões muito difíceis e ficando sem tempo no final da prova para responder as mais fáceis — o que acaba gerando aquela sensação de desespero que atrapalha qualquer raciocínio.

Em razão disso tudo, é importante saber gerenciar o tempo de prova. Seguir a dica anterior, por exemplo, é uma boa estratégia: responder as questões mais fáceis primeiro permite que você gaste todo o tempo de sobra para refletir sobre as questões mais complicadas.

Dê pausas periódicas para conferir quanto tempo ainda falta e se você está dentro do seu planejamento. Lembre-se também de separar um tempo no final da prova para preencher o cartão de respostas!