A liberdade prevista no caput do artigo 5º da  Constituição Federal de 1988 denota um categoria geral, na qual podemos extrair:

  1. Liberdade de ir e vir;
  2. Liberdade de expressão;
  3. Liberdade de pensamento;
  4. Liberdade de manifestação;

Nos atentaremos – aqui – à liberdade de ir e vir e à liberdade de pensamento.

No que diz respeito à liberdade de ir e vir, também denominada de liberdade de deslocamento físico, disposto no artigo 5º, XV da CF/88, podemos compreendê-la como o direito subjetivo (aquele que pode ser exigido perante o Judiciário para que o Estado cumpra ou garanta) de se deslocar para onde quiser, quando quiser e do modo que quiser.

Note-se, entretanto, que o disposto o artigo 5º, XV da CF/88 tem eficácia limitada, podendo, portanto, ser restringido nos termos da lei ordinária – temos por exemplos: i) a lei de trânsito que limita o tráfego de pessoas e ii) a lei que permite a cobrança de pedágios.

Já a liberdade de pensamento revela o direito subjetivo de:

  • Expressar sua opinião, vontade, ideia ou juízo de valor por qualquer meio possível;
  • Transmitir ao público em geral qualquer informação sem que o Estado possa censurar a sua difusão;
  • Estudar o que quiser, quando quiser e do modo que quiser sem que haja qualquer tipo de ingerência do Estado;
  • Expressar artisticamente qualquer tipo de conteúdo, mesmo que seja bizarro, chocante e etc. Tendo, aqui, porém como limite o não cometimento de crime, como atentado ao pudor, incitação ao racismo, maus tratos de animais.

Conheça nossos cursos de Direito Constitucional:

  • Pós-graduação online em Direito Público Aplicado: conheça.
  • Prática Jurídica Constitucional: conheça.
  • Curso de extensão – Direito Constitucional: conheça.
  • Curso de extensão – Direitos Fundamentais: conheça.