Você já ouviu falar do Dia do Estudante de Direito? Trata-se de uma data que, no Brasil, é comemorada todos os anos no dia 19 de maio, mas o surgimento dela é a grande dúvida dos acadêmicos da área.

O dia tem como objetivo fazer uma homenagem à dedicação e a todo o esforço dos estudantes que se preparam para exercer nobres profissões relacionadas à defesa da Justiça, como advocacia, promotoria, magistratura, entre outras.

Se você tem interesse pelo assunto e deseja descobrir detalhes sobre a origem e a importância do Dia do Estudante de Direito, continue a leitura deste post, pois vamos apresentar informações relevantes.

Qual é a origem do Dia do Estudante de Direito?

A escolha da data é uma homenagem à figura de Santo Ivo (Ivo Hélory de Kermartin), considerado pela Igreja Católica o “advogado dos pobres” ou o “padroeiro dos advogados”, bem como todos os acadêmicos de Direito do Brasil que contam com uma grande vontade de questionar, aprender e discutir, e vislumbram que a Justiça nunca está fora de alcance.

Santo Ivo viveu de 1253 a 1303 e estudou Direito Civil em Paris. De acordo com a história, ele praticou a advocacia de maneira brilhante, tanto na corte eclesiástica quanto na civil. Em 1284, ingressou no sacerdócio e construiu um hospital para os pobres.

A lenda conta que, durante toda a sua vida, Santo Ivo atuou em ação social e sempre esteve à disposição para auxiliar e dividir os seus bens e conhecimentos com quem precisava, por isso ficou conhecido como defensor de pobres, viúvas e órfãos.

Ele faleceu em 19 de maio de 1303, na França, sendo Doutor em diferentes áreas, como Direito, Teologia, Filosofia e Letras, e considerado defensor dos menos endinheirados contra as pessoas mais poderosas. Por isso, o Dia do Estudante de Direito é comemorado nessa data.

Além disso, é válido mencionar que em 11 de agosto é comemorado o Dia dos Advogados em homenagem à fundação da Faculdade do Largo São Francisco, primeira instituição de Direito do Brasil que, atualmente, pertence à USP.

Quais são as competências socioemocionais requisitadas pelos profissionais de Direito?

Agora que você já sabe mais sobre o Dia do Estudante de Direito, chegou o momento de falarmos sobre as competências socioemocionais, uma vez que elas são fundamentais na trajetória de cada indivíduo, e cada vez mais exigidas no mercado de trabalho.

Algumas pessoas já nascem com essas habilidades, que são relacionadas à inteligência emocional. Contudo, também é possível adquiri-las ao longo da vida, especialmente se elas forem desenvolvidas e incentivadas ao longo da formação acadêmica. Para exemplificar sobre o tema, vamos apresentar, a seguir, quais são as mais requisitadas para os profissionais de Direito.

Ética

As habilidades éticas, como a tolerância, o respeito e a aceitação das diferenças, são imprescindíveis para a formação de um bom indivíduo, especialmente na área do Direito, em que é preciso lidar com pessoas diferentes durante a atuação profissional.

Inclusive, aos advogados, há um Código de Ética e Disciplina da OAB, o qual determina as condutas que os profissionais devem adotar, bem como os deveres, a relação com o cliente, os impedimentos e as incompatibilidades, entre outros assuntos relevantes.

Empatia

A empatia, que é a capacidade de se colocar no lugar dos demais indivíduos, ajuda a melhorar a consciência social. Para ser um bom profissional na área do Direito, como um advogado, é preciso sentir a dor do outro para ajudá-lo da melhor forma possível.

Socialmente, a empatia é uma característica fundamental, pois faz do profissional uma pessoa que é relevante em contextos que envolvem interesses coletivos, apoio à comunidade e trabalho em grupo.

Confiança

Em geral, até mesmo nos filmes para advogados, a confiança é observada nos profissionais que atuam na área jurídica, uma vez que se trata de uma das características mais marcantes daqueles que exercem a advocacia.

Para lidar com o dia a dia profissional, a confiança é uma competência socioemocional fundamental para os que atuam no ramo do Direito, tanto que os próprios clientes já esperam isso deles. Por isso, é imprescindível desenvolver a autoconfiança para transmiti-la aos demais.

Autonomia

É indispensável para o desenvolvimento de um profissional que é determinado e resiliente, com confiança para atuar sozinho e coletivamente com base em princípios éticos. Por isso, as universidades devem contribuir para a formação de um estudante mais crítico, autônomo e, especialmente, capaz de ser protagonista de sua aprendizagem, pois tais competências refletem em sua atuação profissional.

Responsabilidade

Agir com responsabilidade e ética nas relações interpessoais é fundamental aos profissionais de todas as áreas, mas ainda mais aos do ramo do Direito, pois a falta dessa competência socioemocional é capaz de gerar graves prejuízos.

Um advogado que não age de maneira responsável com seus clientes pode perder um prazo importante e prejudicá-lo — muitas vezes, de forma irreversível. Assim, essa é uma das competências mais esperadas dos profissionais da área jurídica.

Por que fazer Direito na Ebradi?

O curso de Direito da Ebradi conta com importantes diferenciais com relação às demais instituições de ensino, como a contribuição para a boa formação do profissional e para o seu reconhecimento no mercado de trabalho.

Ao estudar na Ebradi, há o estímulo para o desenvolvimento das competências socioemocionais mais relevantes aos profissionais jurídicos, a fim de melhorar a atuação do estudante e proporcionar melhores oportunidades no mercado de trabalho.

É disponibilizado aos alunos o programa de Coaching e Mentoria da Ebradi, que, por sua vez, reúne diferentes áreas do saber humano para elevar o potencial daqueles que querem superar os principais desafios da carreira jurídica.

Os cursos digitais da Ebradi são de altíssima qualidade e oferecem uma base de conhecimento integral para atuação na área de especialização de preferência. Por meio de metodologias e serviços exclusivos, e com acompanhamento qualificado, há a criação de um ecossistema de troca de informações e oportunidades entre professores e alunos mais eficaz do que no ensino presencial.

Agora que você já sabe como surgiu o Dia do Estudante de Direito e conhece quais são as competências socioemocionais mais requisitadas pelos profissionais da área, é hora de desenvolvê-las para melhorar a sua performance!

Se você deseja conhecer mais sobre a Ebradi e seus diferenciais, entre em contato conosco!

Tenha as mesmas condições

| AVISO DE COOKIES

Este website utiliza cookies para melhor experiência do usuário. Ao continuar a navegação, você concorda com sua utilização. Mais informações em nosso Aviso Externo de Privacidade.